quinta-feira, 30 de abril de 2009

Pensamentos

O dia voltou a amanhecer cinzento e tristonho... mas voltei a ouvir dizer que no fds vai estar solinho e calor... há que manter as esperanças!

Ontem jantei o previsto e na ceia, a juntar ao chá, comi 1 tâmara e 1 noz. Quanto ao exercício, fiz os tais 30' x 2 que também estavam previstos.

Tenho vindo a pensar num assunto que me inquieta um pouco. A questão da manutenção.

Ok, faço esta dieta, este exercício e chego aos 70 kg (ou 68 kg para ter um intervalo de 2 kg para oscilações)... e depois? Como manter?? É como ir a correr em direcção a qualquer coisa e depois chegar até ela muito depressa...


Tenho-me questionado em como fazer para manter o peso que conseguir alcançar... e por isso tenho também pensado que não posso nem devo ser muito restritiva. Não pode ser: agora não como nada de merdas... então, e depois? Quando chegar ao peso pretendido, já as vou comer? Não sei... mas, se as for comendo (com a consciência de que há sempre opções mais saudáveis, é certo)... se as for comendo moderamente neste percurso até aos 70kg... vou habituando o meu corpo a isso... e depois seguramente não será tão difícil manter o peso. Estarei errada?

E quando falo em merdas não falo obrigatoriamente em doces ou fritos... falo em pão, queijo... umas massas com natas... umas pizzas...

E porque é que, embora muitas pessoas me digam que estou bem mais magra, que nunca tive o corpo assim... que nunca me viram assim... porque raio continuo a olhar-me ao espelho e a ver-me gorda?? Acho que temos um mecanismo qualquer que... nos primeiros tempos em que há alterações no corpo, detectamos essas alterações e ficamos super felizes... sentimo-nos bastante bem, mais magras... mas depois, parece que nos acomodamos a isso, e já não faz mossa... voltamos a ver-nos gordas outra vez. Ainda que toda a gente diga o contrário.

Ainda ontem em conversa com a minha mãe... dizia-me ela que eu estava bastante bem, e que poderia até parar por agora de emagrecer... mas se o meu objectivo eram os 68-70 kg então, também não faria mal em continuar... mas assim estava já bastante bem. Sim, até pode ser verdade... mas se me mantivesse assim, seria EU, seria a Rita de sempre, com a mesma estrutra um pouco menos volumosa... e a verdade é que eu quero ter um corpo NOVO. Quero mudar por completo a forma como me vejo e sinto... quero conhecer detalhes do corpo que nunca conheci, vê-lo em posições diferentes... Não sei se me percebem? Não quero continuar a ter barriguinha (embora mais pequena) - quero fazê-la desaparecer e no lugar dela, quero que apareçam os abdominais. Quero ter outras coxas e outro rabo... quero sentir-me diferente pela 1ª vez. De todas as outras vezes que fiz dieta e emagreci, nunca dei esse passo... fiquei sempre "a rita mas em ponto mais pequeno". Agora quero mudar! Nem que leve meses, anos...

3 comentários:

  1. Bom dia Rita.

    Acho que este post é uma realidade não só tua, mas de todas nós.
    São perfeitamente compreensivas as tuas duvidas.
    Chegamos ao peso... então.. e depois?!? Vou andar a vida toda em dieta e a privar-me de comer o que me sabe bem?

    Mas depois de ler este post até ao fim, acho que tu propria respondes a essa pergunta.

    "Quando chegar ao peso pretendido, já as vou comer? Não sei... mas, se as for comendo (com a consciência de que há sempre opções mais saudáveis, é certo)... se as for comendo moderamente neste percurso até aos 70kg... vou habituando o meu corpo a isso... e depois seguramente não será tão difícil manter o peso. Estarei errada?"

    Quanto ao ter um corpo "novo" é algo que todas desejamos também. Eu também tenho esse desejo.
    Às vezes olho-me ao espelho e penso.. fogo! não há creme que me valha! Só indo a uma clinica fazer um tratamento qualquer!!

    Não sei se contigo também acontece, mas não á nada que não se consiga.
    E pelo que tenho lido no teu blog, tu és mulher para isso e muito mais.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Revejo me em muita das tuas palavrinhas!

    Bem, posso te dizer que à um ano e tal tinha o peso com que comecei, no dia 1 de Janeiro, a "Minha" dieta. Tentei emagrecer, ah e tal, fiquei com 59 kgs (ou seja, perdi o que já perdi até agora). E recuperei-os. E olha que eu não tenho comido muitas merdas dessas de fritos e coisas gordas! A minha vida está muito mais saudável, a circulação, muito menos colesterol, intestinos a funcionar muito bem, tudo muito melhor! Mas eu engordei! Acho que é tão, ou mais, dificil manter que perder, sabes? Porque é uma estupidez, mas eu acho que só se consegue manter se de vez em quando se comer essas massinhas, a lasanha, a pizza... E o resto da semana comer mais ou menos como se estivesse em dieta, tás a ver?

    Dá-me ideia que para quem não é daquelas gajas que comem de tudo e emagrecem, a vida vai ser sempre assim para conseguir manter - regra da compensação. O que é horrível e também me deixa muito assustada. Fazer tantos sacrificios para não comer massa com atum à bolonhesa e quando tiver 50 e tal kgs faço a tal massa 2 ou 3 dias por semana e chego ao fim com mais 1 kilo?

    Bem, mas olha, primeiro atingimos o objectivo e depois então logo vemos isso melhor (ya, adiar os problemas, pois...)

    Beijitos

    ResponderEliminar
  3. ઇ‍ઉ Elena

    Obrigada pelas tuas palavras finais... embora haja dias em que me sinto mais frágil perante a comida e faço um esforço T R E M E N D O para não cair em tentação...

    ResponderEliminar